Vivemos num mundo de muito estímulo externo. Somos constantemente bombardeados com todo o tipo de estímulo, seja visual ou sonoro, através da televisão, internet, outdoors, revistas, propagandas, mensagens de texto e whatsapp, entre outras coisas mais. Desde os painéis e luminosos nas ruas, passando pelos comerciais de televisão, até os indesejáveis anúncios de internet, todos estão chamando nossa atenção e nos pedindo para olhar para alguma coisa.
O Evangelho de Cristo nos aponta um outro caminho, uma outra direção, que não é ficar olhando para fora, e ficar procurando em coisas e pessoas a solução de nossos problemas, ou a satisfação de nossas vidas, mas sim aprendermos a olhar para dentro de nós.
Muitas pessoas que cruzaram o caminho de Jesus, foram direcionadas nesse sentido, de olhar para dentro e enxergar verdadeiramente o que há dentro delas, dentro de seus corações, em suas vidas e enxergar também o que estava faltando dentro delas.
Assim foi com a mulher samaritana que encontrou Jesus no poço de Jacó (João 4), ela estava na frente daquele poço, tirando água, mas Jesus sabia que a sede dela era muito mais profunda e que aquelas águas nunca poderiam sacia-la. A conversa com Jesus faz com que ela olhe para dentro de si, e perceba o que tanto ela buscava em todos aqueles relacionamentos que ela já havia vivido.
Um dia Jesus foi surpreendido por alguns religiosos que trouxeram uma mulher pega em adultério (João 8.3-11). Uma multidão os acompanhava para participar da execução dessa mulher. Todos olhavam para ela e seu pecado, e depois todos também olhavam para ele, esperando o que Cristo diria diante da insistente pergunta dos religiosos.
A resposta de Jesus dizendo: “Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela”, fez com que todos tirassem os olhos dele e dela e colocassem sobre si mesmos. Todos ali são confrontados a olhar para dentro e à medida que cada um, do mais velho ao mais novo, olha para dentro de si, as pedras que estavam em riste nas mãos, começam a cair no chão, abandonadas por homens e mulheres, que verdadeiramente viram a si mesmos.
Nosso Senhor quer fazer o mesmo com cada um de nós nos dias de hoje, nos fazer olhar para dentro de nós, não para produzir sentimentos indesejados, nem medo, mas justamente tratar tudo que aos Seus olhos é indesejável para as nossas vidas, e nos livrar de todo medo.
Quantas coisas guardamos dentro de nós? Quantos sentimentos e lembranças ainda estão vivos, nos machucando e nos ferindo?
Quantos pensamentos ruins, de medo, insegurança, solidão, abandono, fracasso, nos perseguem ao longo do dia?
Quantos pensamentos maldosos, de ressentimento, de ódio, de justiça própria ainda carregamos, porém escondidos por detrás de um sorriso?
Nós podemos não gostar muito de olhar para dentro, mas o Espírito Santo conhece nosso interior, sabe como estamos e deseja trabalhar em cada um de nós.
O Senhor quer que venhamos encarar de frente as coisas que estão dentro de nós, sem medo, sem procrastinar, mas confiando, entregando e submetendo tudo há Ele. Ele quer nos lavar, nos limpar, nos curar com a sua Palavra santa, bendita e eterna. Lembre-se do que o autor de Hebreus (4.14) diz: “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”.
Permita a Palavra do Senhor ir até o fundo na sua vida, cortando de dentro para fora, expondo as coisas que estão em seu coração, te ajudando a discernir seus pensamentos e toda intenção que há no seu coração.
Nosso Pai quer rasgar o véu da nossa religiosidade, do nosso comodismo, e arrancar as máscaras que por ventura a tanto tempo usamos, que até acreditamos que somos essa imagem que projetamos de nós mesmos.
Amados do Pai, faltam poucos dias para o fim desse ano e que tal aproveitar esses últimos dias do ano, para olhar para dentro e fechar para balanço?
Como diz o ditado: Antes tarde do que nunca!
Deus te abençoe.
Pr. Cristiano

© 2016 Igreja do Nazareno Flamboyant
Siga-nos: