Eu tenho sido muito abençoado com essa série de mensagens FAÇA DIFERENTE, pois tenho sido desafiado pelo Senhor a promover mudanças na minha vida.
O Senhor tem falado comigo e me mostrado áreas que preciso mudar minhas atitudes, minha forma de pensar, e outras coisas que eu não havia me apercebido até que o Espírito Santo mostrou comportamentos repetitivos que preciso mudar, coisas que me atrapalham, que me fazem perder tempo, que tiram minha paz e roubam meu foco.
É como se o Senhor banhasse minha vida com luz, e a luz mostra, revela todas as coisas. Aliás, nem deveria me espantar, afinal o próprio Cristo disse quem o seguisse, não andaria em trevas, mas teria a luz da vida (João 8.12), e experimentar dessa Luz, de fato só pode nos levar em direção a vida abundante.
Todo esse processo tem sido ao mesmo tempo muito especial, mas também de muita luta, pois a verdade é que mudar é um processo difícil, é uma arte que precisamos aprender e desenvolver. Não é fácil mudar hábitos, nem mudar comportamentos adquiridos há muito tempo, coisas que incorporamos e passamos acreditar que somos assim, que fazem parte de nós, mas não são e nem fazem parte, e por isso precisam ser trabalhadas, mudadas, reavaliadas, para que possamos mudar de fato.
“Mudar de fato” talvez defina realmente a dificuldade que existe na mudança, pois ao longo da vida, nos acostumamos com “mudanças temporárias”, que são aquelas mudanças que promovemos geralmente por conta de alguma crise que estamos vivendo.
Podemos promover “mudanças temporárias” para tentar salvar uma relação, para melhorar nossa saúde, para não perder um emprego, para escapar de um castigo, porém, como o nome diz é apenas temporário, não incorporamos aquilo de fato, estamos fazendo por necessidade momentânea e não por uma compreensão profunda, um convencimento de que o que fazemos é ruim para nós mesmos e para os outros, então, depois que a tensão muda, gradativamente voltamos ao nosso estado anterior. Essa não é a mudança que o Senhor tem e quer promover em nós! Essa é a nossa ideia de mudança, não a Dele.
A medida que nós nos abrimos para o trabalhar de Deus, somos convencidos daquilo que precisamos mudar. O Senhor não esconde nada, Ele fala conosco, Ele nos faz lembrar de situações e das nossas atitudes, relembra-nos de hábitos que temos e mostra-nos como aquilo nos atrapalha. Se permitimos, somos convencidos e o bom combate começa, pois sabemos que precisamos mudar, entramos no processo de aprender a como mudar.
Mudar verdadeiramente exige esforço, comprometimento, continuidade, constância em nosso objetivo, por isso é tão difícil, e muitos desistem e desanimam.
É difícil? Sim, mas não é impossível, quando entendemos e cremos que Deus está conosco!
É difícil? Sim, mas não é impossível, quando entendemos que todo esse processo prove Dele, não de nós, porque Paulo nos lembra em Filipenses 2.13, que o querer e o efetuar, vem de Deus – “porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade”. Então irmãos e irmãs, se o querer vem do Senhor, entenda e se submeta ao efetuar Dele, se submete a boa vontade de Deus, pois Ele é contigo!
Termino lembrando das palavras do Senhor a Josué (1.6) – “Esforce-te e tem bom animo…” – esse é nosso papel, nos esforçar! Meu irmão e minha irmã, se esforce para mudar, não importa quão difícil possa ser, toda mudança diante do Senhor e para o Senhor, promoverá grande alegria sobre nós e para os outros.
Não desanime, não esmoreça, o ano só começou, há muitos dias e meses pela frente, muitas oportunidades para mudar, para criar novos hábitos, desenvolver novas atitudes, pensar diferente e viver de forma diferente.
Mudar é uma arte, que todo filho de Deus precisa aprender. Como dizem os jovens de hoje: Bora aprender? Bora mudar?
Deus te abençoe.
Pr. Cristiano

© 2016 Igreja do Nazareno Flamboyant
Siga-nos: